26 de set de 2008

Eu creio na mecânica quântica!


..........ESSE POST AINDA NÃO FOI DEVIDAMENTE EDITADO ...
Hoje, é corajoso dizer, "não creio em deus". Eu não acredito muito, mesmo. Mas confesso, outro dia fiz o sinal da cruz! Rezo uma vez por ano, por aí. Só. Isso, quando me fazem sentir culpa: "como você não ora, mulher?" Então lá vou eu ... Ajoelho, falo coisas, tento sentir, mas "bendito fruto do vosso ventre", não me faz sentido. Priemiro, porque tudo é bendito, ao nascer e segundo, porque há quem reze como leigo, tentando falar inglês. Ou seja, sentir não é prioridade, mais. Nem falar direito. Mas rezo por todos! Aquela uma vez, eu digo: "se ele existe, protege eles". hora de agir, não de rezar, mascar chiclete, ou orar, passa o nervoso, mas não confio, minha vida numa goma, para mim, é consolo, não solução ...
.
. . . . Tempo atrás, fui à um velório, nunca perdi alguém, perco no xadrez, no banco imobiliário, mas na vida, ainda não, perguntei-me como é, sentir a morte, não faço idéia, mas imagino que, quando ocorrer, além da morte do outro, sentirei a minha própria, então, no velório chorei, chorei e chorei, não conheci o falecido, em vida, mas grande coisa, estava morrendo por dentro, ao ver o olhar caído, da esposa e do filho, aquilo bastava, infelizmente, tenho um talento, colocar-me no lugar dos outros, é tiro e queda, eu não deveria exercitar isso, em velórios, né, então, naquele momento pensei, "tem que existir deus", "a vivência não pode morrer", "num suspiro", eu realmente estava me esforçando, para acreditar, mas não conseguia, eis o pior, pensei que, quando quisesse acreditar, seria dois toques, porém, não foi assim, minha percepção, então, desesperou-me ...
.
Mas fui ler, estudar e conhecer. Preciso de um mito, nem que seja o hércules: um clássico, que nada tem a ver! Eu creio na ciência, mas ela não crê em mim, acha que vou apodrecer, embaixo da terra ... Eis um dos motivos, pelo qual eu preferia acreditar em deus. Então, no meio disso, descobri mecânica quântica! Acredito na profundidade da vida e ela seria vazia, se a gente só morresse. Não acredito em deus, mas também, nada de torcer para a estupidez: seria inútil nascer, viver e morrer, como erva daninha, qualquer. Vai ver, é o que somos: ervas daninhas! Mais fácil do que filhos de deus: se somos filhos dele, porque agir como idiotas? Entretanto, o segredo está na física: nossas partículas se perdem e vão compor outro ser! Há átomos dos seus falecidos avós, por aí. Ao abraçar uma árvore, você abraça um querido seu ... Melhor que pensá-los no céu, incomunicáveis. Ou melhor que temê-los, no inferno! A função de um ser é, portanto, compôr outras vidas, belas e necessárias da terra. Sem a morte, perder-se-iam novas criações? Assim, a natureza não é um presente, que não cuidamos. Ela, somos nós! Nós nos tornamos ela e salvamos nossa própria pele. Entendem? Tudo está unido: vamos, ao morrer, constituir árvores da europa, ou a planta preciosa, no deserto seco ... Aí, mais um motivo para cuidarmos da natureza: cuidaremos dos nossos semelhantes, mais do que nunca. Acho que, se existe deus, ele está orgulhoso de mim ... Mecânica quântica estuda partículas subatômicas, como os átomos ... Ela fornece explicação para coisas, até então, inexplicávies! Por exemplo, um corpo negro, que absorve toda radiação, que nele incide: nada o atravessa, nem reflete. Parece simples que o moleton preto aqueça no sol ... Por isso, o verão é das cores claras! Mas, para os cientistas isso era, no mínimo, intrigante, até a mecânica quântica surgir. Eis o santo remédio! A palavra quântica vem do latim e quer dizer quantidade. Para nós, uma quantidade de fatos que não compreendemos: como a energia do elétron, ligado ao átomo, em repouso. Mas há pessoas, que entendem: como os nerds que serão meus chefes, se eu me tornar uma pessoa comum! E houve pessoas, que sacaram: einstein, heisenberg, planck, louis de broglie, bohr, erwin schrödinger, max born, neumann, paul dirac, wolfgang pauli, etc ... Graças à eles, acredito em algo! Se são como eu, bons em português, ótimos em história, mas zero-esquerda em física, ou química, pode ser que tais matérias sejam agora, a coisa mais importante da sua vida! Cá entre nós, se meus professores tivessem me contado, que física explica a morte, eu não teria escondido algum boletim! Além da nossa matemática, que também se inclui nessa história de morrer ... Por exemplo, no espaço euclidiano, para cada vetor, é possível executar uma rotação e encontrar outro, no mesmo espaço. Entendeu? Não? São os movimentos de rotação e translação! Seremos objetivos, se é possível: a mecânica quântica vê, além do vaso caindo, além do moleton fervendo, o abstrato! Não cita deus, mas também, não deixa morrer os sonhos, junto das minhocas! Não sabemos onde está o átomo do falecido parente: é impossível dizer momento e local exato, de uma partícula. Porém, o universo é um todo dinâmico e inseparável. Quem agride a natureza, por exemplo, ignora que está essencialmente incluso nesse sistema ... Todos somos um. Seja baseado na religião, seja na ciência, amar o próprio, como a si mesmo, não é tolice e sim, realidade. Pois o próximo é, definitivamente, você mesmo! Agora, quando alguém me apontar a culpa, por não rezar, quem sabe eu vá mascar chiclete e acalmar o âmago. Então, darei um sorriso, à janela: posso respirar meus antepassados e quando alguém que eu amo, morrer, fará parte do todo natural. Melhor que perdê-lo no mito, de que ainda vive, em outro plano e não faz mais parte de mim: eis, uma mentira ...